Queda excessiva de cabelo

Queda excessiva de cabelo: conheça as causas e a solução!

A queda de cabelo é um fenómeno natural do ciclo de vida dos fios de cabelo. O cabelo nasce, cresce, repousa e cai para novos fios poderem nascer. Especialmente nas épocas mais frias, como outono e inverno, a raiz do cabelo fica menos irrigada por nutrientes e sangue e, por isso, tende a cair com mais facilidade. Chegando ao verão e primavera, o cabelo fica mais fortalecido e a queda de cabelo diminui. 

Tenho queda de cabelo abundante. É preocupante?

Depende. Existem várias causas que determinam a queda de cabelo. É importante realizar uma avaliação capilar para que possam ser analisadas as causas, o problema e apurar a possível solução. 

Importa perceber algumas das principais causas que estimulam a queda de cabelo: 

  • Excesso de stress: 

Situações diárias de stress contribuem para o aumento da queda de cabelo. Por outro lado, o stress pode não ser a causa principal da queda de cabelo, mas pode piorar a perda de cabelos que já exista por outro motivo. O stress e a ansiedade levam a um défice nutricional que afeta a produção de queratina e aumentam a produção de cortisol , a hormona diretamente ligada ao controlo do stress, aumentando inflamações que prejudicam a saúde capilar.

  • Excesso de suplementação:

A suplementação vitamínica é importante para o nosso organismo, pois ajuda-nos a repor níveis que dificilmente atingimos com alimentação ou outras atividades que produzem vitaminas. No entanto, a suplementação em excesso também pode ser prejudicial. Deve ser feita sempre com a recomendação de um médico ou nutricionista para evitar ultrapassar as doses máximas recomendadas. Por exemplo, pessoas que tomam  vitaminas A ou do complexo B durante longos períodos de tempo, podem desenvolver queda de cabelo.

  • Défices nutricionais e erros alimentares:

Os fios de cabelo precisam de estar bem nutridos para que cresçam fortes, saudáveis e resistentes à queda. Uma alimentação pobre em proteínas, vitaminas A,C,E e do complexo B, bem como minerais como o ferro, selénio e zinco são uma forte causa de um cabelo mais fraco e da queda excessiva de cabelo. A vitamina C é essencial na produção de colagénio, a E na proteção dos raios solares e o betacaroteno na produção de sebo. A insuficiência destes nutrientes prejudica o crescimento natural e desenvolvimento dos fios de cabelo. 

Apostar numa dieta rica em nutrientes e diversificada ajuda a ter uma boa saúde capilar.

  • Alterações hormonais:

A gravidez, a menstruação, a puberdade ou a troca da pílula são fatores que podem contribuir para um distúrbio hormonal, o que resulta numa queda excessiva de cabelo. 

Medicamentos antidepressivos, anticoncecionais ou ansiolíticos também podem ser causas de alterações hormonais e, consequentemente, da queda de cabelo. 

  • Hipotiroidismo:

O hipotiroidismo dá-se quando a tiroide deixa de produzir hormonas tiroideias em quantidades suficientes para o organismo. Estas hormonas são bastante importantes para um bom metabolismo, o que influencia no crescimento dos fios de cabelo. 

É recomendado que, em caso de sintomas, se aconselhe com o seu médico endocrinologista.

  • Maus hábitos diários

Diariamente, submetemos o nosso cabelo a agressões que podem ser determinantes para a queda excessiva de cabelo:

– Uso excessivo de químicos: a coloração deve ser feita por profissionais e com recurso a materiais específicos para o efeito. A hidratação dos fios de cabelo deve ser redobrada. Sempre que possível, deve evitar a coloração, sobretudo em curtos períodos de tempo.

– Uso diário de secador/alisador: expor diariamente o cabelo a altas temperaturas é muito prejudicial à saúde e resistência do cabelo. Deve utilizar sempre um protetor térmico.

– Má limpeza capilar: o cabelo deve ser bem lavado para garantir um couro cabeludo saudável e hidratado;

– Não praticar atividade física: A prática regular de exercício físico é essencial a um bom comportamento do cabelo. A atividade física promove uma vida saudável, prevenindo o stress ou outras doenças, contribuindo assim para um cabelo mais saudável.

– Penteados: Prender ou até pentear o cabelo com muita força pode ser um erro, na medida em que torna os cabelos mais fracos e quebradiços. 

  • Anemia

A anemia pode também ser uma das causas mais expressivas da queda de cabelo, já que os fios recebem menos sangue, nutrientes e oxigénio, tornando-se mais enfraquecidos.

  • Alopecia

A queda de cabelo excessiva pode também estar associada a uma doença fisiopatológica chamada de alopecia. A alopecia tanto acontece aos homens como às mulheres e, em muitos casos, deriva de fatores hereditários. Pode saber mais sobre a alopecia aqui. (link para artigo alopecia)

O que posso fazer para ter o meu cabelo de volta? 

A partir do momento em que a queda de cabelo começa a ganhar expressão, pode tornar-se um incómodo no dia a dia. 

Existem várias soluções que deverão ser avaliadas, de acordo com o seu problema. Existem tratamentos que estimulam o crescimento do cabelo, a sua qualidade e resistência, como a mesoterapia, fotoestimulação e PRP. A Hairvolution disponibiliza-lhe uma avaliação capilar, importante para analisar qual o tratamento mais adequado às suas necessidades.

– A mesoterapia consiste na estimulação e nutrição capilar, através de um preparado farmalógico, que estimula a qualidade, resistência e vitalidade do seu couro cabeludo.

– Já a fotoestimulação trata-se da aplicação de um capacete com centenas de luzes laser de baixa intensidade (LLLT – Low Laser Theraphy) no couro cabeludo que levam à absorção da energia necessária para melhorar e promover o crescimento do cabelo, aumentando a sua densidade.

– O método PRP caracteriza-se pela aplicação no couro cabeludo do cliente de uma porção do seu plasma sanguíneo, para recuperação folicular e crescimento capilar. 

Em casos em que já existam muitas zonas calvas, a solução ideal para voltar a ter o seu cabelo de volta é um transplante capilar. Hoje em dia, os métodos de transplante capilar estão já muito avançados. A técnica FUE (Fullicular Unit Extration), é um método pouco invasivo, inovador e 100% eficaz. Os especialistas utilizam o cabelo do próprio cliente, retirando unidades foliculares das zonas com maior densidade capilar e onde a queda de cabelo não seja provável. De seguida, implantam nas zonas calvas. O cabelo vai crescer e desenvolver-se de acordo com o seu cabelo anterior, de forma natural e permanente! 

A melhor opção é o seu caso ser analisado pelos nossos profissionais e receber um plano personalizado. Peça aqui a sua avaliação capilar gratuita e sem compromisso!